ainda em construção...

sábado, junho 10, 2006

Recebi esse email que não tinha nada a ver com a Copa... (muito bom)

Um sujeito comprou uma geladeira nova. Para livrar-se da geladeira
velha, colocou-a no gramado em frente à casa e pendurou um aviso
dizendo: "De graça para um bom lar. Se a quiser, basta levá-la." A
geladeira ficou lá três dias sem receber sequer um segundo olhar dos
passantes. Finalmente, o sujeito chegou à conclusão de que as
pessoas não acreditavam no que ele estava propondo. Parecia bom
demais para ser verdade... Ele então mudou o aviso, que passou a
ser: "Geladeira à venda, por $50 reais." No dia seguinte alguém a
tinha roubado.
Esse tipo de gente vota...

Olhando uma casa, meu irmão perguntou à corretora de imóveis de que
lado era o norte, porque, explicou ele, ele não queria que o sol o
acordasse todas as manhãs. Ela perguntou, "O sol nasce no norte?"
Quando meu irmão explicou que o sol nasce no Leste
(e aliás há um bom tempo isso vem acontecendo), ela sacudiu a cabeça e
disse:
"Ah, sabe, eu não me mantenho atualizada a respeito desse tipo de coisa."
Ela também vota!

Antigamente eu trabalhava em suporte técnico num centro de atendimento
a clientes 24 horas por dia, 7 dias por semana. Um dia recebi um telefonema
de um sujeito que perguntou em que horário o centro de atendimento estava
aberto.
Eu disse a ele:
"O número que o senhor discou está disponível 24 horas por dia, 7 dias por
semana."
Ele respondeu: "Pelo horário de verão ou o normal?"
Querendo acabar com o assunto rapidamente, respondi: "Horário de verão."
Ele também vota!

Meu colega e eu estávamos almoçando em nosso restaurante self-service
quando ouvimos, por acaso, uma das assistentes administrativas falando a respeito
das queimaduras de sol que ela havia tido ao ir de carro ao litoral no fim de
semana.
Ela tinha ido num conversível, mas "não pensou que ficaria queimada, pois o
carro estava em movimento." Detalhe: ela não era loira!
Ela também vota!

Minha amiga tem uma ferramenta salva-vidas no carro dela. É uma ferramenta
projetada para cortar o cinto de segurança se ela ficar enredada nele.
Ela guarda a ferramenta no porta-malas.
Minha amiga também vota!

Meus amigos e eu fomos comprar engradados de cerveja e notamos que os
engradados tinham desconto de 10 por cento. Compramos 2 engradados.
O caixa multiplicou 10 por cento por 2 e nos deu um desconto de 20 por
cento.
Ele também vota!

Saí com uma amiga e vimos uma mulher com um aro no nariz, atrelado a um
brinco por meio de uma corrente. Minha amiga disse:
"Será que a corrente não dá um puxão a cada vez que ela vira a cabeça?"
Expliquei que o nariz e a orelha de uma pessoa permanecem à mesma
distância independentemente de para que lado a pessoa vira a cabeça.
Minha amiga também vota!

Eu não conseguia achar minha bagagem na área de bagagens do
aeroporto. Fui, então, até o setor de bagagem extraviada e disse à
mulher que minhas malas não tinham aparecido. Ela sorriu e me disse
para não me preocupar, porque ela era uma profissional treinada e
eu estava em boas mãos.
"Apenas me informe," perguntou-me, "o seu avião já chegou?"
Ela também vota!

Trabalhando numa pizzaria observei um homem que estava fazendo
pedido de uma pizza para viagem. Ele parecia ser sozinho e o
pizzaiolo perguntou se ele preferiria que a pizza fosse cortada em 4
ou 6 pedaços. Ele pensou durante algum tempo antes de responder.
"Corte só em 4 pedaços; acho que não estou com fome suficiente para
comer 6 pedaços."
Isso mesmo, ele também vota...

Agora você sabe quem elege os políticos! E os políticos estão
cansados de saber que tipo de eleitor os elege!

domingo, maio 21, 2006

Reativando com e-mails recebidos....

Suporte Técnico

CLIENTE: "Não consigo fazer conexão com a Internet..."
SUPORTE: "Tem certeza que utilizou a senha certa ?"
CLIENTE: "Sim, tenho certeza. Vi um colega fazendo."
SUPORTE: "Pode me dizer qual foi a senha ?"
CLIENTE: "Cinco estrelinhas."
SUPORTE: ????????
* * *
CLIENTE: "Não consigo imprimir. Cada vez que tento, ele diz: "Não é possível encontrar a impressora". Já levantei a impressora e coloquei-a em frente ao monitor, mas o computador continua dizendo que não consegue encontrá-la."
SUPORTE: ????????
* * *
SUPORTE: "Bom dia. Posso ajudar em alguma coisa ?"
CLIENTE: "Eeh... Olá. Não consigo imprimir."
SUPORTE: "Pode clicar no `Iniciar` e... ?"
CLIENTE: "Calma aí ! Não responda assim muito tecnicamente. Não sou o Bill Gates !"
* * *
CLIENTE: De repente aparece uma mensagem na minha tela, que diz Clique `Reiniciar`... O que eu devo fazer?
SUPORTE: O Sr. aperte o botão solicitado, desligue e ligue novamente...O cliente, sem pestanejar, desliga o telefone na cara do atendente e liga para o suporte novamente:
CLIENTE: E agora o que eu faço?
SUPORTE: ??????????
* * *
CLIENTE: "Tenho um grande problema. Um amigo meu colocou um protetor de tela no meu computador, mas a cada vez que mexo o mouse, ele desaparece !"
SUPORTE: ??????????
* * *
SUPORTE: "Em que posso ajudar ?"
CLIENTE: "Estou escrevendo o meu primeiro e-mail."
SUPORTE: "OK, qual é o problema ?"
CLIENTE: "Já fiz a letra "a", como é que se faz o círculozinho em volta dela ?"
SUPORTE: ???????

quarta-feira, março 08, 2006

Continuando com letras de música...

Vou Te Excluir do Meu Orkut

Composição: Everton Assunção

Sei que os anos vão passando e eu amando mais você
Lhe dedicando sempre um amor sem fim
Bons momentos de paixao e de felicidade
E eu sempre acreditei que o seu amor era verdade
Você sempre jurou a mim eterno amor
Que um dia casaria comigo e seria feliz
Mas voce mentiu e vi que estava errado
Um dia vi voce sair com um ex-namorado
Eu vou te deletar te excluir do meu orkut
Eu vou te bloquear no msn
Não me mande mais scraps nem email power point
Me exclua tambem e adicione ele
Vou te excluir do meu orkut.
Sei que os anos vão passando e eu amando mais voce
Lhe dedicando sempre um amor sem fim
Bons momentos de paixao e de felicidade
E eu sempre acreditei que o seu amor era verdade
Voce sempre jurou a mim eterno amor
Que um dia casaria comigo e seria feliz
Mas voce mentiu e vi que estava errado
Um dia vi voce sair com um ex-namorado
Eu vou te deletar te excluir do meu orkut
Eu vou te bloquear no msn
Não me mande mais scraps nem email power point
Me exclua tambem e adicione ele.

>> Este é mais um sucesso da internet na linha "Feira da Fruta" - que eu adoro...

sábado, março 04, 2006

Coitada da Bailarina...

Ciranda da Bailarina

Composição: Edu Lobo / Chico Buarque

Procurando bem
Todo mundo tem pereba
Marca de bexiga ou vacina
E tem piriri, tem lombriga, tem ameba
Só a bailarina que não tem
E não tem coceira
Berruga nem frieira
Nem falta de maneira
Ela não tem

Futucando bem
Todo mundo tem piolho
Ou tem cheiro de creolina
Todo mundo tem um irmão meio zarolho
Só a bailarina que não tem
Nem unha encardida
Nem dente com comida
Nem casca de ferida
Ela não tem

Não livra ninguém
Todo mundo tem remela
Quando acorda às seis da matina
Teve escarlatina
Ou tem febre amarela
Só a bailarina que não tem
Medo de subir, gente
Medo de cair, gente
Medo de vertigem
Quem não tem

Confessando bem
Todo mundo faz pecado
Logo assim que a missa termina
Todo mundo tem um primeiro namorado
Só a bailarina que não tem
Sujo atrás da orelha
Bigode de groselha
Calcinha um pouco velha
Ela não tem

O padre também
Pode até ficar vermelho
Se o vento levanta a batina
Reparando bem, todo mundo tem pentelho
Só a bailarina que não tem
Sala sem mobília
Goteira na vasilha
Problema na família
Quem não tem

Procurando bem
Todo mundo tem...

>> Aqui vai um ótimo link para letras de músicas

quarta-feira, fevereiro 01, 2006

Obrigada!

Fazendo o balanço deste tempo que estive em Campinas, não vou negar que estou aliviada em não ter que dar a volta no quarteirão todo para entrar na garagem do meu prédio ou andar com o mapa da cidade no porta-luvas. Mas, já na entrada da Lix da Cunha, comecei a sentir um aperto no coração... seria fome? seria sono? seria ressaca (da noite anterior no Tarantino)?
Não, tenho esse aperto no coração até hoje... é saudade, mesmo. O fato é que eu não tenho saudades da cidade, mas das pessoas. Sinto falta do papo furado, dos encontros casuais nos corredores do HC, de almoçar com vocês no Mário ou no Ginza, dos dias na enfermaria/no PS/no ambulatório/na Neo, ou seja, da convivência que tantas vezes não é valorizada. E também os momentos de folga longe do hospital - as Chopadas, as aulas na FEF, Parati, show do Jota Quest, Santos e assim vai...
Poderia ficar aqui horas escrevendo tantos episódios que vivi com vocês nestes lugares, mas só as coisas que aconteciam nos plantões já deixariam essa página muito lenta para carregar. Essas lembranças já valem o tempo que fiquei longe de casa - posso até não lembrar do gráfico de Butani e do icterômetro, pois o que aprendi com vocês não está no manual da Unicamp ou de qualquer faculdade.
Vou finalizar aqui com um trecho D´O Pequeno Príncipe que para mim representa a essência da amizade e não deixa de ser um pouco do que vivi em Campinas.

"E foi então que apareceu a raposa:
- Bom dia, disse a raposa.
- Bom dia, respondeu polidamente o principezinho, que se voltou, mas não viu nada.
- Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira...
- Quem és tu? perguntou o principezinho. Tu és bem bonita...
- Sou uma raposa, disse a raposa.
- Vem brincar comigo, propôs o principezinho. Estou tão triste...
- Eu não posso brincar contigo, disse a raposa. Não me cativaram ainda.
- Ah! desculpa, disse o principezinho.
Após uma reflexão, acrescentou:
- Que quer dizer "cativar"?
- Tu não és daqui, disse a raposa. Que procuras?
- Procuro os homens, disse o principezinho. Que quer dizer "cativar"?
- Os homens, disse a raposa, têm fuzis e caçam. É bem incômodo! Criam galinhas também. É a única coisa interessante que fazem. Tu procuras galinhas?
- Não, disse o principezinho. Eu procuro amigos. Que quer dizer "cativar"?
- É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa "criar laços..."
- Criar laços?
- Exatamente, disse a raposa. Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo...
- Começo a compreender, disse o principezinho. Existe uma flor... eu creio que ela me cativou...
- É possível, disse a raposa. Vê-se tanta coisa na Terra...
- Oh! não foi na Terra, disse o principezinho.
Mas a raposa voltou à sua idéia.
- Minha vida é monótona. Eu caço as galinhas e os homens me caçam. Todas as galinhas se parecem e todos os homens se parecem também. E por isso eu me aborreço um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra.
O teu me chamará para fora da toca, como se fosse música. E depois, olha! Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelos cor de ouro. Então será maravilhoso quando me tiveres cativado. O trigo, que é dourado, fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo...
A raposa calou-se e considerou por muito tempo o príncipe:
- Por favor... cativa-me! disse ela.
- Bem quisera, disse o principezinho, mas eu não tenho muito tempo. Tenho amigos a descobrir e muitas coisas a conhecer.
- A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa. Os homens não têm mais tempo de conhecer alguma coisa. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!
- Que é preciso fazer? perguntou o principezinho.
- É preciso ser paciente, respondeu a raposa. Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim, assim, na relva. Eu te olharei com o canto do olho e tu não dirás nada. A linguagem é uma fonte de mal-entendidos. Mas, cada dia, te sentarás mais perto...
(...)
Assim o principezinho cativou a raposa. Mas, quando chegou a hora da partida, a raposa disse:
- Ah! Eu vou chorar.
- A culpa é tua, disse o principezinho, eu não queria te fazer mal; mas tu quiseste que eu te cativasse...
- Quis, disse a raposa.
- Mas tu vais chorar! disse o principezinho.
- Vou, disse a raposa.
- Então, não sais lucrando nada!
- Eu lucro, disse a raposa, por causa da cor do trigo.
(...)
E voltou, então, à raposa:
- Adeus, disse ele...
- Adeus, disse a raposa. Eis o meu segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos.
- O essencial é invisível para os olhos, repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.
- Foi o tempo que perdeste com tua rosa que fez tua rosa tão importante.
- Foi o tempo que eu perdi com a minha rosa... repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.
- Os homens esqueceram essa verdade, disse a raposa. Mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. Tu és responsável pela rosa...
- Eu sou responsável pela minha rosa... repetiu o principezinho, a fim de se lembrar."

domingo, janeiro 08, 2006

Começando...

Dentro de algumas semanas completarei 2 anos em CPQ...
É lógico que vou cair no cliché e escrever que parece que foi ontem, mesmo porque não mudou muita coisa: continuo me perdendo no caminho da ida e no caminho da volta e continuo levando buzinada quando paro na faixa de pedestres ou quando tento ler o nome da rua na placa (novamente quando estou perdida, é claro).
Mas em alguns aspectos, já estou quase nativa: sei que ninguém aqui trabalha do meio-dia de sábado até segunda-feira de manhã (só eu mesma) e isso inclui lojas e restaurantes. Sei também que neste período a chance de encontrar alguém de CPQ na minha frente é de 0,001% (a menos que eu esteja na rodoviária). O aspecto é de uma cidade fantasma e a população se distribui da seguinte forma: 25% se dirige a alguma cidade há menos de 400 km (que, na verdade, é a sua cidade de origem), 25% se dirige a São Paulo (que, na verdade, é a sua cidade de origem), 50% se dirige ao Shopping Dom Pedro (que, na verdade, é onde eles se sentem em casa).
Particularmente, vou sentir saudades desta cidade... é sério! Por isso, nas próximas semanas, vou elaborar alguns Top 5 para compartilhar os conhecimentos adquiridos ao longo destes 2 anos. Quem quiser acrescentar algo mais, fique a vontade (quem sabe no final vira até Top 10?!).
Aqui vai o primeiro...

# Top 5 de atrações turísticas de CPQ:
1 - As cidades ao redor - sério, compre um Guia Quatro Rodas e conheça o interior paulista!
2 - Hopi Hari - é ótimo e para todas as idades! Tecnicamente fica em Vinhedo (ou será Valinhos? Sempre confundo as duas cidades).
3 - Shopping Dom Pedro - vá no sábado por volta da hora do almoço (conseguir uma mesa na praça de alimentação pode ser tão emocionante quanto o Hopi Hari)
4 - Lagoa Taquaral - tem uma pista de cooper, um trenzinho que percorre o parque e um barco que é o símbolo da lagoa (na verdade, só dei umas voltinhas rápidas e nunca cheguei perto da lagoa porque me disseram que, às vezes, aparecem umas capivaras...)
5 - São Paulo - também conhecida como a Capital (difícil descrever: www.ig.com.br/paginas/200coisas/)